Comer bem e (mais) barato em Montevidéu e Colonia del Sacramento

No post Como gastar menos no Uruguai nós demos algumas dicas gerais sobre os preços e os descontos que podemos conseguir ao viajar para o paisito. Mas sabemos que uma das coisas que mais pesam no orçamento é comer em lugar caro quando não se está podendo. 

Nossa estadia por lá foi curta, então pudemos ser um pouco mais flexíveis e não depender puramente do nosso amigo da hora do aperto, Mc Donalds. Vale também explicar, antes que digam: “Mas meu Deus do céu, vocês não comeram parrillada no Mercado Del Puerto?”. Não, não comemos. 😛 Sentimos uma pressão enorme para experimentarmos, mas nós dois não somos muito, vamos dizer assim, comedores de carne. Em churrasco, por exemplo, vamos mais nos acompanhamento. Então, para que deixar um rim para bancar uma refeição em algo que não curtimos tanto e que comeríamos pouco?

Experimentamos, sim, a parrillada, mas num esquema que nos agradou um pouco mais, como contamos mais a frente.

Agora, seguem dicas de alguns restaurantes que fomos e recomendamos pela qualidade e pelo preço.

 

Montevidéu

  • Ciudad Vieja

Cerveceria Matriz: Apesar da fama e de estar em frente à praça Matriz (daí o nome), encontramos um Menu Executivo bem honesto, sem cubierto e sem taxa de serviço. Almoçamos muito bem, com direito a bebida e sobremesa por 570 pesos, o que deu mais ou menos R$70, para duas pessoas, num restaurante bem ajeitadinho e cool.

Porto Vanila: Esta rede de lanchonete/padaria é bem popular e pode ser encontrada em vários lugares. Tem vários combos interessantes para quem não faz questão de comer com garfo e faca. Também comemos boas empanadas, porém, meio caras: 56 pesos cada.

  • Pocitos

Pizzeria Venecia: Por sorte era na esquina da rua do primeiro hotel que ficamos em Montevidéu, na Av. General Rivera, próximo ao Shopping Montevidéu. Fomos após o jogo da seleção Uruguaia, lá pelas 22h e estava bem movimentada, mas com o atendimento bem ágil. Comemos um chivito gigantesco para duas pessoas e veio uma Coca Cola de 1 litro “sem querer”. A conta? 594,59 pesos, já com 70 pesos do serviço.

Chivito

La Pasiva: Essa rede de lanchonetes está por todos os cantos. Vimos até uma em frente a outra na rambla. O forte são os hot-dogs, que eles chamam por lá de Frankfurt ou Húngara, pelo tipo da salsicha. Daí você escolhe o acompanhamento: queijo, bacon, presunto etc. Tudo muuito gostoso, mas pra matar a fome tem que pedir uns três. 😛 Pedimos um lanchinho para cada, mais refrigerante e deu 218,03 pesos.

  • Mercado Agrícola

Nós amamos esse mercado por vários motivos, mas um deles foi pela fofíssima praça de alimentação. Foi lá que comemos um dos melhores nhoques caseiros da vida. Não lembramos direito o nome do restaurante, era algo como Dei Vila. Mas lembramos que o nhoque aos quatro queijos nos custou 187,20 pesos, por pessoa.

Comer barato no Uruguai

  • Mc Donalds e Burger King:

    Aparentemente têm menos opções de lanches do que no Brasil, mas os clássicos estão por ali e por uns R$2 a mais do que pagamos aqui. O Mc Donalds tem promoção de lanche na hora do almoço.

 

Colonia Del Sacramento

 

SOS Gardel: No início do texto falamos que não somos muito de comer carne e que gostamos mais de acompanhamentos. Por isso, quando vimos esse restaurante com a proposta de “Parrillada free” + buffet livre, tivemos mais interesse. Pagamos, por pessoa, um valor que incluía bebida e sobremesa também. Esse almoço custou 780 pesos para nós dois.  Pensamos que sairia mais barato, por conta do desconto do IVA. Mas na frente não vimos uma placa que não aceitavam cartão. 😦 O restaurante fica na avenida principal, do lado esquerdo, quase chegando no centro histórico.

 

Vintage Restó: Ao lado da porta da cidade, a placa de “chocolate caliente” foi um imã para nós, num dia frio e chuvoso. Adoramos essa confeitaria. Cardápio enxuto, mas tudo bem caseiro e caprichado. Por dois chocolates quentes e uma fatia de torta de coco com doce de leite, pagamos 262,29 pesos.

 

La Bodeguita: Que pizzaria! Esse é um dos lugares que mais recomendamos em Colonia, certamente. Média de 150 pesos por pizza individual, bem recheada e com ingredientes de qualidade. Ambiente aconchegante, que dá vontade de passar horas. Mesmo pagando a propina, nossa conta deu 404,65 pesos.

 

Estas são algumas sugestões de lugares que curtimos e recomendamos. A oferta gastronômica é enorme nessas duas cidades, então o jeito mesmo é olhar o cardápio, verificar as taxas, se aceita cartão e ser feliz!

 

Tem mais algumas sugestões para compartilhar? Deixe um comentário e vamos aumentar as opções para quem deseja gastar menos, sem deixar de comer bem! 🙂

Anúncios

3 comentários sobre “Comer bem e (mais) barato em Montevidéu e Colonia del Sacramento

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s