Tiradentes para se apaixonar

Tiradentes é uma cidade encantadora, com muito mais lojinhas, restaurantes e pousadas de charme, do que igrejas para riscar do roteiro.

Aliás, para falar a verdade, depois de termos visitado Ouro Preto e Mariana, já estávamos um pouco saturados de igrejas e museus. Como contamos no post sobre Inhotim, somos admiradores das artes, mas não somos, exatamente entendedores, então aquele tanto de rococó e barroco que tínhamos conhecido já era suficiente. 😛

Mesmo com toda a pesquisa que fizemos antes, imaginávamos que Tiradentes seguiria o mesmo estilo de passeio. Mas estávamos muito enganados. Tiradentes realmente conquistou nosso coração e, se fosse mais perto da nossa casa, já teríamos voltado lá umas dez vezes.

A cidade já começou a nos encantar assim que chegamos à nossa hospedagem, na simpática Pousada do Ó. Ela está localizada na rua do Chafariz, que, para nós, é uma das ruas mais lindas da cidade. Veja só:

Rua do Chafariz

 

Roteiro de um dia sem roteiro

De lá, seguimos para o Largo das Forras, ponto de encontro dos moradores e “estacionamento” de charretes que fazem passeios. O largo é assim chamado porque era o local onde os escravos recebiam suas cartas de alforria.

Comprar um picolé, conseguir um lugarzinho para sentar sob a sombra das árvores, ouvir os músicos tocarem na praça e deixar as horas passarem já é o primeiro item desse roteiro. Tiradentes é assim, sem pressa.

Ladeira em Tiradentes

Ali mesmo, por aquela região, existem dezenas de lojas de artesanato, com produtos de excelente qualidade e bem diferentes dos que vimos em outros lugares. Jogos americanos, toalhas de mesa, panos de louça, artigos de decoração, peças em madeira, roupas feitas artesanalmente, redes… Enfim, lojas e mais lojas de produtos lindos!

Sem falar na melhor parte, que foi a motivação de nossa viagem, como contamos nesse post.

Depois de abrir o apetite, é hora de almoçar. Para quem tem uma verba mais folgada, a cidade abriga diversos restaurantes estrelados. E, para quem precisa economizar para abastecer o carro na hora de devolvê-lo na locadora, como nós, há fartura de self-service.

Essas fotos foram tiradas no Restaurante Belloni, escondidinho, próximo à rodoviária, junto à Pousada Tiradentes. E digo, meus amigos, que foi um dos melhores buffets mineiros já experimentados, a módicos R$19,90 por pessoa, no sistema coma o quanto puder.

Se quiser uma sobremesa, lá no Largo das Forras existem chocolaterias que vendem bombons a quilo também. Fica a dica! 🙂

 

Bichinho

Estrada Real Bichinho

À tarde resolvemos voltar à estrada e ir em busca da famosa comunidade de Bichinho, no distrito de Prados, há 10km do centro de Tiradentes. Para quem gosta de móveis artesanais, vai desejar ter ido para lá de caminhão. Como não era nosso caso, trouxemos apenas flores esculpidas em pedra, maravilhosas, por R$4 e R$5 cada.

Lá existem várias lojinhas bacanas, mas pelo que vimos, os preços não são tudo aquilo. Já os artesãos mais simples, que vendem em suas casas ou ateliês menores, conseguem preços mais em conta, além da vantagem de você poder investir diretamente no trabalho da pessoa.

 

São João Del Rei

Ainda de carro, aproveitamos para conhecer a vizinha São João Del Rei, a menos de 15km de Tiradentes. Como fomos no feriado de 12 de outubro, a cidade estava bem pacata, sem comércios abertos. Mas isso proporcionou um charme bucólico à cidade!

Passeamos sem pressa, admirando as pontes e os diversos edifícios históricos, inclusive a Igreja São Francisco de Assis, tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Uma forma charmosa de chegar à cidade é pegar a maria-fumaça em Tiradentes e percorrer, em 45 minutos, a Serra de São José. As saídas são de sexta a domingo, às 13h e às 17h.

 

De volta à Tiradentes, à noite, percorremos a rua Direita rumo ao Largo das Forras. Tudo sem pressa, curtindo nossa única noite nessa cidade de ladeiras gentis.

Noite em Tiradentes

 

Nosso feriadão em Minas Gerais terminou assim, leve e sem pressa nenhuma de acabar.

Tiradentes deixou saudades!

Para conhecer nosso roteiro pelas cidades históricas de Minas e Inhotim, acesse esse post.

 

Anúncios

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s